[bloqueador2]more_horiz

Mulheres: o programa teve bons resultados nos Estados Unidos (monkeybusinessimages/Thinkstock)

São Paulo — Um estudo divulgado hoje pela comunidade de carreiras Amor segundas-feiras revela a 20 empregadores mais bem avaliados pelas mulheres do brasil em 2017. A lista é baseada em opiniões compartilhadas anonimamente pelos usuários do portal sobre as empresas e os setores em que trabalham.

O Nubank ganhou o 1º lugar do ranking, que analisou as opiniões de mais de 25 mil profissionais do sexo feminino entre fevereiro de 2016, e de janeiro de 2017, em todo o país.

O campeão na preferência feminina recebeu a nota é de 4,79 em uma escala que vai de 1 a 5, onde 1 representa “muito insatisfeito” e 5 corresponde a “muito satisfeito” com o empregador.

Confira o ranking abaixo, que consideravam apenas as empresas com mais de 20 avaliações no site Amor segundas-feiras:

Avaliações na períodoNubank4,7929ClearSale4,6724Monsanto4,5428Rock Content4,4730Takeda Brasil4,3931Mercado Livre4,3349BASF4,3228Bayer4,2847Porto Seguro4,2773Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), 4,2726 Dr. Emerson de Laboratório e de Imagem4,2532Braskem4,2330Globosat4,2227GlaxoSmithKline (GSK)4,2128Amaggi4,1921Mondelez4,1921Dell4,1822Odebrecht4,1637Kimberly Clark Brasil4,1421General Electric (GE)4,1234

O Amor segundas-feiras também listados os setores de atuação preferencial por profissionais do sexo feminino. O segmento de energia, de mineração e de saneamento foi com a 1ª posição. Em seguida, vêm os setores de serviços financeiros e de produção industrial.

Veja abaixo os 10 setores mais bem avaliados pelas mulheres. Apenas aqueles com mais de 300 avaliações foram consideradas elegíveis para o ranking.

SetorNotaAvaliações em períodoEnergia, mineração e saneamento3,81703Serviços financeiros3,732057Manufatura industrial3,631551Automotivo3,58599Farmacêutica e saúde3,571723Tecnologia e telecomunicações3,553262Bens de consumo3,542823Construção e mercado imobiliário3,53917Educação3,51422Logística e transporte3,49756

Em geral, a felicidade das mulheres com carreiras aumentou entre 2016 e 2017. De acordo com o estudo, o índice de satisfação deles foi de 3,44 para 3,53 do ano passado aqui. “Eu acredito que isso tem a ver com uma melhora na economia, mas espero também que é um reflexo de uma avaliação a maioria das mulheres nos negócios”, diz, em nota, Luciana Caletti, CEO do Amor segundas-feiras.

A cultura organizacional é a que traz satisfação para o brasileiro (3,30) , seguido de remuneração e benefícios (3,29), qualidade de vida (3,23) e oportunidades de carreira (2,89).

A tabela a seguir mostra a comparação destes critérios, entre 2016 e 2017:

AnoSatisfação geralRemuneração e benefíciosQualidade de vidaCultura de EmpresaOportunidades de carreira20173,533,293,233,32,8920163,443,133,133,32,97

Fonte: exame.abril.com.br/carreira/as-20-empresas-em-que-as-mulheres-brasileiras-preferem-trabalhar[/bloqueador2]