O que é um plano de previdência privada e de como isso funciona: o que você precisa saber

O que é um plano de previdência privada exatamente, e como funciona este tipo de investimento?

Você pode estar se perguntando por que vale a pena investir em um plano de previdência privada?

A resposta é que depende das circunstâncias de cada um.

Os fundos de pensão têm uma vantagem fiscal são interessantes, e os mecanismos que o tornam mais fácil de poupar dinheiro.

Mas os benefícios podem ser anuladas pelo custo dos planos, ou por uma escolha errada da companhia de seguros, plano ou sistema tributário.

Por esta razão, antes de decidir, é importante que você saiba o que é um plano de previdência privada e como ele funciona.

O que é um plano de previdência privada?

O fundo de investimento em um fundo de pensão ou previdência são as maneiras que você pode guardar para complementar a sua pensão para o funcionário ou para alcançar metas de longo prazo, tais como a faculdade para seus filhos.

Eles estão lá fora no mundo, e eles podem ser facilmente dobrado quando eles são fornecidos pela empresa aos seus funcionários, através da fundação, ou aberto, quando você está disponível para qualquer pessoa com um banco ou de uma corretora.

Mesmo se você não sabe o que é previdência privada, se sua empresa oferece um plano que, em geral, vale a pena aproveitar.

O financiamento do plano de pensões deve ser oferecido pelas seguradoras, que são confirmadas no final do período, e contribuiu para dar ao investidor a opção de comprar uma renda para toda a vida (ou por um determinado número de anos ou de sacar o dinheiro em etapas.

Há um compromisso da empresa para o investidor.

Como funciona o fundo de pensões

As companhias de seguros têm para oferecer aos investidores no chamado plano de previdência, que calcula o quanto você precisa poupar por mês para acumular um montante que garanta a renda desejada por um número especificado de anos de reforma.

Para chegar a esse pagamento mensal, e as companhias de seguro fazer uma simulação usando as estatísticas sobre a expectativa de vida dos brasileiros, divulgado pelo IBGE, os chamados tabelas de ativos, bem como projeções de taxas de juros para os próximos 10, 20 ou 30 anos a partir de agora.

Isso vai ajudar o investidor a ter uma idéia de quanto você precisa economizar para a aposentadoria, e quanto tempo levaria.

O tributo é cobrado um valor mensal base se você pretende ir para o banco onde você tem conta, o que é bom para aqueles que não têm a disciplina para guardar dinheiro.

Em geral, cada um dos bancos oferece e os planos de o provedor de seguro, mas não há um plano de auto-gestão de instituições que estão disponíveis em corretoras de valores, ou diretamente para o corretor de seguros.

Se este for o caso, a seguradora independente envia um projeto de lei para o investidor, ou se inscrever para um débito automático em banco.

As taxas cobradas pelos fundos de pensão privados

Os fundos de pensão têm dois custos ou taxas para o principal. O primeiro é a taxa de gestão, que incide sobre os activos do fundo, e, portanto, tem um maior impacto na formação da poupança do investidor.

O outro custo é a chamada taxa de carregamentoé cobrada para cada aplicação, por forma a cobrir os custos da empresa administrar a aplicação.

Assim, se um fundo tem uma taxa de carregamento é de alta, em 5%, por exemplo, para cada r $ 100 aplicados para, serão depositados no fundo é apenas r$ 95,00.

Do lado de fora, e alguns dos fundos de investimento no Brasil, ainda há uma taxa de reembolso, que é uma porcentagem do valor retirado antes de um determinado período de tempo, que geralmente varia de dois a cinco anos de idade.

Tipos de planos de previdência privada: planos de previdência PGBL-x INVENTÁRIOS

Essa sopa de letrinhas é, geralmente, com medo aqueles que ainda não sabem o que é, planos de previdência privada, mas vamos deixar claro as diferenças.

Existem dois tipos de fundos de pensões, de plano, e o Plano Gerador de benefícios Definidos (PGBL), que permite que você atirar aplicativos na declaração anual o total de Imposto de Renda corporativo e para a Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), o que não permite, e são indicados para pessoas que não estão empregadas ou faz uma simples declaração para o Imposto de renda.

Imposto sobre planos de previdência privada

Para incentivar o investimento em fundos de longo prazo de fundos de pensões privados pode ter algumas vantagens fiscais.

A primeira delas é a capacidade de um trabalhador para deduzir (reter) os valores se aplicam até o equivalente a 12% da renda anual na declaração completa do Imposto de renda.

Na verdade, o imposto é diferido (ou atrasada, em termos de Receita, que deverá ser pago para o investidor retirar o dinheiro do fundo, você tem que ser para um PGBL.

Assim, o imposto de redenção incidirá não apenas sobre a renda, o qual é utilizado em outras aplicações, mas o pai também.

Os INVENTÁRIOS não permitem deduzir as contribuições.

Tabelas para a fase e fase-para baixo, para IR

Outra vantagem fiscal dos fundos de pensões é tributados no resgate.

No momento em que você iniciar um plano de previdência, o investidor pode escolher duas formas de tributação e para obter o valor.

Um deles é uma escala progressiva de tarifas, que é o mesmo que o utilizado no salário e no livro o Leão, e que tem uma faixa livre de até um determinado valor, e das taxas de imposto de 7,5% a 27,5%, de acordo com a periodicidade mensal.

A tributação progressiva pode ser uma coisa boa para reduzir ou, se o contribuinte tem despesas para compensar o Imposto de Renda sobre as pensões, tais como cuidados de saúde.

Por outro, o mais utilizado e mais simples, é na mesa de trás para frente, começando com 35% nos dois primeiros anos, e você vai caindo a cerca de 5 pontos percentuais a cada dois anos, até atingir 10% após 10 anos, independentemente de o valor retirado.

No caso do PGBL, mesmo pagando imposto sobre a quitação do valor investido, há a vantagem de uma mudança na tributação de hoje, de até 27,5% do rendimento do fundo no futuro, ele cai para 10% aqui, e 10 anos, dependendo do tipo de tributação escolhida.

Se você escolher um progressivo, e você tem um monte de quebras, e o investidor pode ser isenta do imposto de renda.

Para aqueles que não são empregados ou não fazer a declaração de renda completa, e você vai querer utilizar os benefícios fiscais sobre a mesa, para baixo, para as provisões técnicas de conta, que tem as mesmas características no PBGL, não só permite deduzir as contribuições do imposto de renda.

Por outro lado, no resgate, o imposto incide apenas sobre os rendimentos do trabalho.

Ele é frequentemente usado como uma opção para financiar a tributação de um menor ou de propriedade de planejamento para as famílias e os países de alta renda.

Os fundos privados de pensões, fundos de investimento?

O financiamento do plano de pensões regras mais rigorosas enforcementcar para o dinheiro, mas eles têm sido alisado recentemente.

A maior mudança foi o limite para a aplicação do mesmo em estoque, que caiu de 49% da carteira de títulos será de até 70% de desconto de varejo e de até 100% para investidores qualificados.

Os fundos também serão capazes de aplicar os Certificados de Operações Estruturadas (COE) e os fundos de cotas negociadas na bolsa de valores, tudo Isso.

Ele também pode conter até 10% dos ativos indexados a moeda estrangeira, o que permitirá a aplicação no exterior.

Hoje, no entanto, a maioria dos fundos de renda fixa, e os papéis do Tesouro Nacional, e no menor espaço de tempo possível.

A estratégia aqui é evitar flutuações na renda que você assustar todos os investidores estão menos preparados. Estima-se que mais de 90% dos aviões estão em uma renda fixa, de curto prazo.

Você sabia? Porque eles são considerados uma forma de seguro, os fundos de previdência não vão para o inventário, se o proprietário faleça.

O dinheiro é liberado para o beneficiário, antes da divisão da propriedade.

Alguns Estados estão começando a cobrar um imposto sobre os imóveis (itbi) sobre ele, mas ainda não é um procedimento geral.

Como resultado, para esses fundos, em particular, os ESTOQUES, são comumente utilizados para o planejamento de sucessão na família, ou para garantir que a renda de uma pessoa da família.

O erro número 1, para aqueles que investem em planos de previdência privada

Por Tiago Guedes no site para o Investidor com uma Rica e Felipe Sotto-Maior, chefe-executivo da Vérios, falou sobre as principais características dos fundos privados de pensões, como de investimentos, apontando o erro número 1 de investir em um plano de previdência privada.

– Certifique-se de plano a longo prazo. Apesar de todas as vantagens, há uma série de armadilhas para um investidor de previdência privada.

É no PGBL, seja em provisões técnicas de conta para todos os resgatada antes de 10 anos, ele vai cair nas taxas alto de tabela é para baixo.

É necessário, portanto, separar o dinheiro que você não vai ser obrigado a curto e a médio e longo prazo.

– Nota para a acusação. Outra armadilha que pode anular os benefícios fiscais de um fundo de pensões é um custo.

Por que são as aplicações a longo prazo, estes fundos têm um grande impacto sobre a taxa de administração cobrada pela companhia de seguros.

Para aqueles que estão cientes agora de que está privado de fundos de pensão, mais atenção.

Uma taxa de até 2% por ano, durante 10 anos, o consumo de cerca de 22 por cento dos recursos entregues pelo investidor.

E, no banco de varejo, são o conjunto de taxas de até 3% ao ano para os valores mais baixos.

Outro custo, o que reduz a atratividade dos planos de previdência privada no Brasil, é a taxa de carregamento.

Alguns bancos, no entanto, ser reduzidos ou isentos dessa taxa para um valor superior.

Outros, principalmente as seguradoras, que não são vinculados aos grandes bancos, eles não cobram para o aplicativo, mas você tem que chamar a taxa de saída.

Como alternativa, você pode pesquisar as condições específicas de cada empresa e escolher o que oferece a menor taxa de administração e o levar, ou o que tem apenas a taxa de saída.

A portabilidade dos fundos de pensão privados

Uma vantagem da pensão, é que é possível fazer a transferência de uma empresa de seguros ou de um plano para outro, sem ter que pagar Imposto de Renda, como é o caso dos fundos de investimento.

A migração é chamado de portabilidade, poderia ser um mais barato da mesma empresa ou de outra instituição. Descubra quais são os documentos necessários no local de Uso.

Mas é a portabilidade que ele tem que ser do mesmo tipo de aplicação, o PGBL para PGBL e VGBL planos de previdência privada para os INVENTÁRIOS e o sistema tributário é escolhido, ele também não muda.

Assim, você pode começar a ganhar dinheiro a partir de uma instituição, e uma vez que você tenha atingido um valor superior, a negociação com um plano é o mais caro.

Há também planos de negócios, contratado com as empresas de seguros que permitem que o funcionário continuar a aplicar, mesmo depois de ter deixado a empresa.

Estes planos são normalmente negociados pelas empresas transportadoras, e tendem a ter taxas de administração muito baixa, e não cobrar uma carga.

Há tantas vantagens, desvantagens e riscos de qualquer aplicação com 10 anos de horizonte de tempo, o que reforça a necessidade de não colocar todos os ovos em uma cesta de compras.

Idealmente, no caso de um plano de pensões é tentar obter o máximo de proveito do curso, é o do fundo, impor, e os benefícios fiscais, evitando desperdício de dinheiro em taxas de administração, ou a cobrança de altos, ou no saque antes do tempo.

Se eles são bem escolhidas e, em seguida, a pensão pode ser uma opção para a diversificação e dispersão dos riscos no portfólio dos investidores.

As vantagens e desvantagens de uma entidade de previdência privada

Benefícios

A tributação é flexível: permite escolher entre dois tipos de impostos, regressiva ou progressiva.

A taxa de Imposto de Renda de 10% deve ser imposta para o resgate, depois de 10 anos Benefício monitor: permite que você atire aplicações em PGBL em resolução total, até o limite de 12% da renda tributável

Ninguém come cotas: os fundos de previdência privada não têm come-cotas, o imposto de pré-pagamento é cobrado para cada uma das seis meses, o fundo de investimento do

Assunto: é possível agendar a débito da conta mensal, que ajuda a você no curso de verão

A opção para utilizar o recurso: permite-lhe adquirir uma renda a partir de uma seguradora no prazo de vencimento do plano, ou tirar o dinheiro, pouco a pouco,

Não vá no seu inventário: em caso de morte do proprietário, a renda deve ser liberado para os beneficiários, sem a necessidade do inventário

Portabilidade: você pode alternar entre os dois no plano de fundo, ou o gerente, sem perder o timing do Imposto de Renda

Contras

Custos: plano de pensão podem ter taxas de administração superior, e minar uma parte significativa dos lucros. A proporção entre a carga reduz o valor investido em uma base mensal

Tributação: amortizações efectuadas no período de menos de 10 anos, a taxa chega a 35%.

A escolha do modelo de tributação sobre a redenção é feita no início, e ele pode não ser a melhor opção.

Com o aplicativo errado no PBGL pode resultar em tributação é também o principal é aplicado, se a pessoa não está em um emprego remunerado

Sem garantias: não há garantia em caso de falha da instituição ou do patrimônio da união, e isso cria um risco para o dinheiro entrar no corpo de credores,

Fonte: verios.com.br/blog/o-que-e-previdencia-privada-e-como-funciona